Os seis piores trechos de 10 quilômetros nas rodovias federais do Brasil estão localizados nos estados de Santa Catarina, Espírito Santo, São Paulo, Pará, Paraná. O dado foi divulgado no  Atlas de Acidentalidade 2018, editado pelo Programa Volvo de Segurança no Trânsito (PVST), em parceria com a Polícia Rodoviária Federal e a TecnoMetrica.

O estudo traz informações sobre as principais causas, as mais letais, os pontos de maior índice de acidentes e mortes e também os trechos com índices de periculosidade elevados e moderados. Além de apresentar diagnóstico completo de acidentes de trânsito do país, indicando os piores trechos, as principais causas e as mais letais, os dias da semana e o horário em que mais acontecem acidentes e por tipo de veículo.

A edição de 2018 do Atlas revela que o ranking dos estados com maior número de mortes por mil quilômetros de rodovia federal é composto por: Espírito Santo (246), São Paulo (237), Rio de Janeiro (237), Distrito Federal (228) e Sergipe (159), respectivamente. Em número absoluto de mortes: Minas Gerais (869); Paraná (613); Bahia (594); Rio Grande do Sul (391) e Santa Catarina (381).

1 – BR-101 SC (trecho do km 204 ao 213)

BR-101 SC Balneário Camboriu

O trecho está localizado em São José, Região Metropolitana de Florianópolis/SC. Em 2017 ocorreram 807 acidentes.

2 – BR-101 ES (km 262 ao 271)

No trecho localizado na Serra, Região Metropolitana de Vitória, ocorreram 384 acidentes

3 – BR-116 SP-Via Dutra (km 261 ao 225)

BR-116 Guarulhos

Localizado em Guarulhos o trecho computou 479 acidentes

4 – BR-316 PA (km1 ao 10)

BR-316-308 Peixe Boi

Localizado em Ananindeua, região Metropolitana de Belém/PA, foram registrados 330 acidentes

5 – BR-282 SC (km 0 ao 9)

BR-282 Alfredo Wagner

Foram registrados 298 acidentes no trecho localizado em São José, Região Metropolitana de Floranópolis/SC

6 – BR-376 PR (km 174 ao 183)

Localizado em Maringá/PR foram registrados 362 acidentes

FONTE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *